Monthly Archive for Novembro, 2011

A nossa visão: O futuro do seu Alojamento!

Quem nos vem seguindo pela nossa página do Facebook, reparou certamente que temos vindo a publicar uma série de fotos referentes ao nosso novo sistema de alojamento.

A Time Line:

Desde o início do presente ano que ficara decidido no plano estratégico da Sampling Line para a PTServidor® efectuar investimentos num novo conceito de alojamento Web utilizando as mais recentes tecnologias disponíveis no mercado e a ser implementado até ao fim do ano.

Em Abril, foi iniciado pelos nossos técnicos em conjunto com a equipa de desenvolvimento da Sampling Labs um estudo visando analisar as opções existentes e delinear linhas de orientação quanto a estas.

Fig. 1 – Esboço inicial da nova solução de alojamento

Em meados de Maio, iniciámos o contacto directo com algumas marcas e fornecedores obtendo cotações para as soluções estudadas.

Já em Julho, ficou decidido iniciar a aquisição do hardware para passar á segunda fase do projecto, e durante os meses de Agosto/ Setembro começámos a preparação das soluções.

A escolha recaiu sobre a marca Supermicro, tanto pela sua fiabilidade e escalabilidade tecnológica como pela sua robustez e suporte.

Desde finais de Setembro, toda a solução tem vindo a ser testada pelos nossos técnicos, levada aos limites através de testes, simulando o maior número possível de situações reais no quotidiano do alojamento Web, mais recentemente toda a equipa da PTServidor tem vindo a ser preparada através de várias acções de formação nesta nova solução de alojamento para que no momento da entrada em funcionamento, todos estejam aptos.

A Solução:

Actualmente a infra-estrutura de alojamento Web da PTServidor® está baseada em servidores individuais com uma capacidade de processamento que, muito embora seja elevada e exista um investimento constante no seu “refreshing” fica algo limitada “à caixa” em termos de escalabilidade.

Fig. 2– Infra-Estrutura actual da PTServidor

A nova solução, engloba servidores de processamento, também chamados de hypervisors a que atribuímos uma elevada capacidade de memória RAM e processamento de dados, e servidores de armazenamento central também chamados de SAN, com diversos volumes de discos em RAID10 (para protecção extra dos dados), com SSD’s para cache adicional e baterias para protecção de dados em caso extremos de falha energética.

Com utilização de servidores de processamento e de dados é-nos possível escalar a solução a qualquer momento e em caso de necessidade futura.

A solução permite-nos também aumentar a densidade de processamento/armazenamento poupando energia e espaço em datacenter com a consequente utilização de um menor número de servidores

Permite-nos também no caso de um servidor falhar, todos os serviços presentes nesse servidor serem automaticamente comutados para outro servidor sem downtime associado aumentando assim a disponibilidade e fiabilidade da solução.

Este tipo de arquitectura permite ainda em caso de necessidade futura, espalhar geograficamente os servidores de forma a criar uma solução de alta disponibilidade.

O Hardware:

Osiris e Anubis – Armazenamento Central (SAN)

De raiz a solução é constituída por duas unidades de armazenamento central (Osiris e Anubis) casa uma composta por 10 discos SAS de 15k rpm com um disco em Hot-Spare (que substitui um disco de forma automática em caso de falha) e um disco SSD Intel de alto desempenho para cache adicional de forma a acelerar a leitura/escrita de dados permitindo uma redução de latência no acesso aos dados e de leitura/escrita de até 11 vezes.

Estas duas unidades de armazenamento central encontram-se configuradas em modo activo-activo para no caso de uma das unidades falhar a outra, que contem exactamente os mesmos dados seja activada de forma imediata e sem qualquer tipo de downtime.

Fig. 3 – As SAN’s Osiris e Anubis

Apophis – Hypervisors I e II

O servidor Hypervisor Apophis concentra todo o processamento inicial desta solução destacando-se por conter em apenas 1U dois servidores (nodes) permitindo assim ter uma solução totalmente redundante com alta densidade e baixos consumos energéticos.

O Apophis é composto por 24 cores de processamento por node (utilizando processadores Intel Xeon), 96Gb RAM DDR3 ECC REG e 2 discos SSD Intel em RAID1 (utilizados apenas para arranque do sistema) sendo cada node ligado as SAN Osiris e Anubis por uma ligação de alta velocidade (a falar mais a frente).

Fig. 4 – Apophis – Hypervisors I e II

Numa segunda parte iremos publicar mais detalhes sobre a solução utilizada a nível de rede pela nossa solução, que permite débitos até 56Gbps (se necessário) e que até agora nunca foi utilizada por empresas de alojamento Nacional, sendo a PTServidor pioneira na utilização desta tecnologia em Portugal.
Falamos de Infiniband uma alternativa avançada e muito superior à tradicional rede 10GbE em fibra utilizada por algumas empresas em Portugal.

A solução agora apresentada será colocada em datacenter em breve, a migração dos nossos actuais clientes para este novo conceito de alojamento irá ocorrer de uma forma faseada e totalmente transparente.
Será enviado um email informativo a cada cliente no momento em que cada conta estiver a ser migrada.